logo-emd2
 

  912998610          secretaria@emd-ao.com

Conteudos Gratuitos

SEO

seo

SEO: tudo o que você precisa saber sobre ele

A audiência de um site ou blog hoje em dia é altamente impactada pelas ferramentas de busca e palavras-chave. De acordo com levantamento, o Google e outras ferramentas de busca geram cerca de 55% do total de visitas em sites brasileiros.
O SEO (Search Engine Optimization, também conhecido como otimização de sites) consiste em uma série de técnicas e práticas que visam posicionar o site nos primeiros lugares dos mecanismos de busca e assim fazer com que os canais digitais gerem mais resultados para a estratégia do seu negócio.
Que tal saber como trazer esses resultados para a sua empresa? Saiba mais sobre o conceito de SEO e a sua aplicabilidade no post de hoje!

O PODER DO TRÁFEGO ORGÂNICO

Uma das maiores vantagens da otimização SEO é fazer com que o público de sua empresa encontre seus canais de conversão e a informação que eles desejam com mais facilidade.
Os resultados orgânicos – também conhecidos como resultados naturais – são exibidos na tela central de resultados, ao se buscar uma palavra-chave. O Google, por padrão, mostra 10 resultados orgânicos por busca na primeira página.
O posicionamento desses primeiros resultados é tão importante para o tráfego orgânico que o primeiro link representa cerca de 33% do tráfego, enquanto o segundo recebe cerca de 18%, e a partir desse ponto a taxa de acessos só diminui.
Outra vantagem da busca orgânica é que sites e blogs com um posicionamento forte em suas palavras-chave geram um retorno maior em relação ao investimento em relação a ações tradicionais de mídia paga.
Ações de marketing de conteúdo, por exemplo, que dependem de um bom posicionamento e estratégia de SEO, são 62% mais baratas do que ações desenvolvidas com o marketing tradicional.

MÍDIAS PAGAS NA ESTRATÉGIA DE SEO

O projeto de SEO envolve um processo contínuo e a longo prazo, sempre necessitando de atualizações constantes para que o desempenho dos sites com as palavras-chaves escolhidas seja sempre melhor.
No entanto, existem ações de SEO com resultados mais imediatos e ciclos mais curtos, como é o caso da compra de mídia paga. Serviços como Google Adwords e Google Adsense permitem a compra de anúncios pagos no formato de links patrocinados e banners.
Os anúncios são cobrados pelo valor de custo por clique (CPC), ou seja, o anúncio só gera custo à medida em que ele tiver impressões, gerando um valor proporcional aos resultados obtidos.
A escolha de palavras-chave na estratégia de busca orgânica também se aplica aos links patrocinados. Ou seja, quanto mais concorrida for a palavra-chave escolhida, maior será seu custo.
Por isso, é sempre recomendado realizar uma pesquisa das palavras-chave mais específicas e relevantes para a sua estratégia de SEO. Assim, você consegue otimizar sua verba e conquistar bons resultados para seu negócio.
Recursos como o Keyword Revealer e o próprio planejador de palavras-chave do Google são algumas ótimas ferramentas para essa etapa.

TORNANDO O SITE AMIGÁVEL A SEO

Práticas de SEO devem ser pensadas desde o momento da concepção do site. Inserir a palavra-chave no título e nas meta-descrições da página, além de focar atenção à hierarquia de conteúdo das tags de HTML, são algumas práticas básicas e essenciais para melhor otimização de SEO.

QUALIDADE DO CONTEÚDO, USABILIDADE E IMPORTÂNCIA DO LINK BUILDING

Quando um conteúdo é pensado para SEO, ele deve ser relevante para que surja nos resultados de busca. Além disso, é importante que o site tenha credibilidade e propriedade em suas informações.
Esses são parâmetros fundamentais que potencializam a parte estrutural e técnica do SEO. Em abril de 2015, o Google alterou seus algoritmos de busca, indo além das regras de palavras-chave já conhecidas.
O foco desse algoritmo passou a classificar melhor também os sites responsivos, adaptados a dispositivos mobile. Métricas como o bounce rate – a taxa de visitantes que saem do seu site rapidamente – também passaram a ganhar mais importância para o SEO. Isso faz com que o trabalho de SEO esteja mais ligado à experiência do usuário em seu site ou blog.
Outro processo essencial para a otimização do mecanismo de busca é o chamado link building. Os motores de busca dão uma grande importância para sites que são referenciados por outros, tornando o canal mais relevante à medida em que ele é citado por outros sites de forma natural.

CONCLUINDO…

Em um cenário em que 90% dos processos de compra iniciam no ambiente digital é fundamental que as empresas de qualquer porte ou segmento desenvolvam sua estratégia de marketing digital, a fim de manterem sua competitividade e atratividade para esse novo perfil de público.
Nesse sentido, para obter resultados é preciso investir em técnicas para otimizar seus canais digitais. O SEO torna seu site mais atrativo para seu público e para os buscadores como o Google, o que potencializa os resultados (e o uso de sua verba) nas ações de marketing e prospecção de novos clientes.

Inbound Marketing

Inbound Marketing é um conjunto de estratégias que têm como objetivo atrair voluntariamente clientes potenciais para o site da empresa. Ao contrário do Outbound Marketing (tradicional), o Inbound baseia-se no relacionamento e educação do consumidor, em vez usar propagandas e prospecção ativa de clientes.

O que é Inbound Marketing

O conceito de Inbound Marketing surgiu oficialmente nos Estados Unidos e começou a se popularizar a partir de 2009, após o lançamento do livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs”, de Brian Halligan e Dharmesh Shah.
De lá para cá, o Inbound Marketing explodiu de vez, e a cada dia mais empresas de diferentes portes estão aderindo ao método para conquistar mais clientes, gerar mais vendas e reforçar sua autoridade perante a audiência.
Em uma tradução livre, o termo Inbound Marketing pode ser definido como marketing de atração. A principal diferença entre o marketing tradicional – que chamamos de Outbound Marketing – e o Inbound é que, no segundo, quem procura a empresa é o cliente e não o contrário.

No Inbound Marketing, é o cliente que procura pela empresa e não o contrário.

Ou seja, são realizadas ações com o intuito de atrair o potencial cliente para seu blog ou site e, a partir dessa atração, é feito todo um trabalho de relacionamento com essa pessoa. Esse relacionamento é desempenhado por meio de conteúdo personalizado e autoral.
Esse conteúdo é uma forma de educar a audiência e potenciais clientes sobre o segmento de sua empresa, transformar sua empresa em referência em determinado assunto relacionado a seu mercado e influenciar na decisão de compra de futuros clientes.

Para que serve o Inbound Marketing

A cada ano que passa, fica mais tênue a diferença entre o real e o virtual, entre o offline e o online. Não se diz mais “entrar na internet”, pois a internet já está em praticamente todos os lugares. Por essa razão é que toda empresa pode utilizar conceitos de Inbound Marketing como método. É possível adaptá-los e empregá-los em qualquer empresa, usando conteúdo para entretenimento/utilidades e fazendo reforço de marca.
Apesar da tênue diferença, o Inbound Marketing atingiu patamares que o marketing tradicional não conseguiu. O principal deles é que, no Inbound Marketing, a área de marketing da empresa é um centro de investimento e não um centro de custo.

No Inbound Marketing, a área de Marketing da empresa é um centro de investimento e não um centro de custo.

O motivo para a afirmação acima é que todas as ações de Inbound Marketing podem ser mensuradas. É possível saber exatamente quantas pessoas visualizaram, converteram ou compraram em cada campanha por meio de ferramentas de webanalytics. Ou seja, tendo o conhecimento dessas importantes informações, é possível otimizar as campanhas para ter um melhor ROI (retorno sobre investimento).
E é por essa mesma razão que as empresas mais inovadoras do mercado têm usado o Inbound Marketing agressivamente como estratégia de Marketing. Resumindo, o Inbound Marketing serve para 5 grandes ações:

  • Aumentar a visibilidade de seu negócio;
  • Aumentar a visibilidade de seu negócio;
  • Diminuir o custo de aquisição de seus clientes;
  • Atrair clientes em potencial;
  • Gerar conteúdos que fazem diferença;
  • Otimizar o processo de vendas.

As Etapas do Inbound Marketing

A metodologia do Inbound Marketing segue uma sequência lógica de etapas. Toda estratégia de sucesso deve passar pelas seguintes fases: Atrair, Converter, Relacionar, Vender e Analisar.
São etapas que se complementam de forma inteligente. Vamos explicar em detalhes sobre cada uma delas a seguir.

Atrair

No Inbound Marketing a equação é simples: um site sem visitas não gera Leads. Sem os Leads não há vendas e, por consequência, perde-se toda a razão para se trabalhar com essa estratégia.
Por esse motivo a primeira etapa do Inbound Marketing é “atrair” e, sem dúvidas não poderia ser diferente. A genialidade dessa etapa é simples: ao invés de gastar energia em procurar pessoas que poderiam se interessar sobre seu negócio/mercado, gasta-se energia na construção de algo digno de legítima atenção e assim atrai-se muitas pessoas que por espontânea vontade se interessaram no assunto. O resultado disso é um público muito mais engajado e propenso a realmente consumir o produto.
Existem muitas formas de fazer essa mágica acontecer e você precisa saber um pouco de cada uma:
O blog está normalmente atrelado a uma estratégia de Marketing de Conteúdo, que é um dos principais pilares do Inbound Marketing. Ao contrário do que pode parecer, usar o blog como uma ferramenta de marketing não é apenas publicar em um site textos aleatórios sobre o seu assunto, é preciso planejamento.
Um blog bem feito produz conteúdo de qualidade baseado no seu público-alvo e nas etapas do processo de compra em que ele ocasionalmente poderá estar. Apesar disso, ter um blog não se trata apenas de trabalhar e orientar o usuário na jornada de compra, mas também se trata de criar relacionamento e identificação com seu público. Até porque lá você pode abordar temas menos engessados, que no site você normalmente não poderia abordar.

Engajamento no Facebook

facebook

Engajamento no Facebook: Saiba como obter o maior sucesso possível!

Em um universo de consumidores conectados, ter um bom engajamento no Facebook é essencial na estratégia de marketing digital de sua empresa, sabendo que esta rede social possui mais de 1,86 bilhão de usuários ativos todo mês.
No entanto, um problema comum em muitos negócios é ter taxas baixíssimas de engajamento com seu público, mesmo com milhares de seguidores em seus perfis no Facebook.
Por que isso ocorre e como mudar essa situação? Confira, a seguir, algumas dicas sobre o que fazer para aprofundar sua relação e gerar mais engajamento no Facebook.

NÃO BASEIE SUAS AÇÕES E ESTRATÉGICAS SOMENTE EM “MÉTRICAS DE VAIDADE”

A principal questão no problema que apresentamos acima é resultado de uma falsa associação entre o número de seguidores no Facebook com a taxa de engajamento da empresa com seu público.
A quantidade de pessoas seguindo uma marca não determina de forma proporcional o nível de engajamento. Chamamos dados como esse de métricas de vaidade, ou seja, informações que são coletadas e monitoradas, mas não ajudam a tomar uma decisão, seja para a estratégia de marketing ou seja para qualquer outro processo da empresa.
Além disso, elas representam apenas um número “bonito”, não um resultado de fato para o seu negócio. Portanto, não caia nessa armadilha. Crie conteúdo para realmente engajar seu público, não apenas para gerar métricas de vaidade.

SEJA ASSERTIVO NA COMUNICAÇÃO COM OS SEUS FÃS PARA GERAR UM MAIOR ENGAJAMENTO NO FACEBOOK

Nada menos engajante para uma pessoa do que um página que não gera conteúdo interessante ou se comunica adequadamente com seus fãs.
Para reverter um quadro de baixo engajamento, é preciso priorizar ações de interação que possam satisfazer, ou até mesmo, surpreender a pessoa interessada em estabelecer uma comunicação.
Responder agilmente às pessoas que interagem com sua marca nos comentários das publicações de sua página já é um ótimo começo!
Manter uma linguagem próxima e amigável com seu público fortalece a percepção da marca e gera oportunidades para que o público ideal de sua empresa se engaje e interaja.

PESSOAS QUE FAZEM CRÍTICAS E RECLAMAÇÕES TAMBÉM DEVEM SER OUVIDAS E RESPONDIDAS

Lembre-se também de ter uma postura semelhante com críticas e reclamações em sua página do Facebook. Oportunidades de aumentar o engajamento de sua página não surgem somente a partir de comentários neutros ou elogios.
É preciso também ouvir clientes e potenciais clientes detratores e, com os recursos disponíveis, reverter essa situação.
Profissionais que administram e geram conteúdo em redes sociais precisam estar em sintonia com o setor de atendimento e suporte técnico da empresa pois, mesmo que a comunicação de sua marca utilize outras redes sociais ou canais tradicionais dedicados a atendimento, não é possível impedir alguém de se expressar no Facebook.
Direcione críticas e reclamações e aproveite para fazê-lo de forma respeitosa e profissional. Isso só melhora a percepção das pessoas por sua empresa e aumenta o seu potencial de engajamento no Facebook.

EXPLORE A MÍDIA AUDIOVISUAL E FAÇA EXPERIMENTAÇÕES COM SEU CONTEÚDO

Vídeos online estão crescendo e já são praticamente a mídia de escolha da Internet em conteúdos de humor e entretenimento, e isso reflete no Facebook.
A previsão é de que, até 2020, 80% de todo o tráfego da Internet será para visualização de vídeos. Esse é um tipo de conteúdo que possui um bom potencial de alcance na rede e pode auxiliar no aumento de engajamento em sua estratégia de marketing digital.
Vídeos curtos relevantes para o seu público e que estejam alinhados à identidade e ao perfil de sua marca, trazendo materiais como entrevistas, dicas do mercado, entre outros temas, podem ajudar a transmitir conteúdo de qualidade de uma forma muito mais dinâmica e gerando mais engajamento no Facebook.
Não tenha medo de testar ideias ao produzir conteúdo no Facebook. É a partir de testes de conteúdos e de diferentes horários de postagem que é possível saber mais sobre o que impulsiona as pessoas a interagirem mais com sua marca e o que gera engajamento em suas ações de marketing digital.

AGENDE PUBLICAÇÕES DE QUALIDADE DE FORMA FREQUENTE E NOS MELHORES HORÁRIOS

Uma vantagem do Facebook é poder descobrir a partir de informações de acesso e de interações, como a sua audiência se comporta. Lembre-se de que engajamento exige esforço contínuo em manter uma frequência e consistência na quantidade e na qualidade de postagens no Facebook.
De acordo com dados, uma ou duas postagens em um dia já garantem um engajamento 40% maior do que três postagens no mesmo período. Programe-se e preze por um padrão de qualidade e consistência para que suas interações no Facebook gerem mais resultado e engajamento.

Quem Somos

A Escola do Marketing Digital é um centro de capacitação, debates e disseminação de conhecimento em marketing, comunicação, internet e tecnologia. Com profissionais que trabalham com Marketing Digital a mais 7 anos.

Contato

Telephone :
+244 926907061
912998610

Email :
secretaria@emd-ao.com

Copyright 2017 EDM| Powered By Digital Marketing Angola